De Povos Indígenas no Brasil

News

Incêndio criminoso destrói construções tradicionais na Aldeia Multiétnica Filhos da Terra, em Guarulhos (SP)

06/04/2021

Fonte: Conselho Indigenista Missionário - https://cimi.org.br



Indígenas da Aldeia Multiétnica "Filhos dessa terra", em Guarulhos, foram surpreendidos por um incêndio criminoso no último domingo (4). Em nota, o Conselho Indigenista Missionário - Cimi Regional Sul repudia os ataques e cobra do poder público a demarcação do território. Leia e ajude a denunciar!

NOTA DE REPÚDIO AOS ATAQUES À ALDEIA MULTIÉTNICA "FILHOS DESTA TERRA", NO MUNICÍPIO DE GUARULHOS, SP

O Conselho Indigenista Missionário (CIMI), Regional Sul, vem a público repudiar o ataque sofrido pela Aldeia Multiétnica Filhos Desta Terra, ocorrido no último dia 04, que ocasionou a queimada de três casas, decorrente de um incêndio criminoso. Assim como, repudiar o descaso e omissão da prefeitura do município de Guarulhos e da Funai, sobre a proteção territorial que se faz necessária para a segurança do território e da vida dos indígenas que ali se encontram.

Com famílias dos povos Tupi, Pankararé, Pankararú, Xucuru de Urorubá, Kaimbé, Wassu Cocal, Guajajara e Kariri Xocó, a Aldeia Multiétnica Filhos Desta Terra é uma retomada territorial como parte da organização dos povos indígenas presentes no contexto urbano da cidade de Guarulhos, que desde 2017 vivem nessa área, com dificuldades de políticas específicas, infraestrutura e saneamento básico.

As casas que foram queimadas, foram construídas pelos indígenas de forma tradicional, sendo utilizadas pela comunidade como espaço para a realização de rituais tradicionais, fortalecimento espiritual, encontros e reuniões, sendo um espaço utilizado por cada povo e também de forma multiétnica.

O ataque sofrido pela Aldeia Multiétnica evidencia o descaso e a morosidade da Prefeitura de Guarulhos e da Funai em oficialmente reconhecer o território como Reserva Indígena, garantindo a proteção territorial a essa área, que se encontra vulnerabilizada e sem demarcação física. A comunidade está cansada de se sentir ameaçada e de ficar sem respostas dos órgãos competentes.

O Conselho Indigenista Missionário, Regional Sul, reafirma seu compromisso na defesa dos direitos dos povos indígenas e da importância dos seus territórios para a defesa da vida e do bem viver.

Chapecó, SC, 06 de abril de 2021

Conselho Indigenista Missionário
Regional Sul



https://cimi.org.br/2021/04/incendio-aldeia-multietnica-guarulhos/
 

The news items published by the Indigenous Peoples in Brazil site are researched daily from a variety of media outlets and transcribed as presented by their original source. ISA is not responsible for the opinios expressed or errors contained in these texts. Please report any errors in the news items directly to the source