De Povos Indígenas no Brasil

Notícias

Vereadora Lúcia Antony defende políticas públicas para indígenas de Manaus

21/06/2011

Fonte: A Crítica (AM) - http://acritica.uol.com.br



Em audiência públicada realizada nesta terça-feira (22) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para discutir a problemática indígena de Manaus, as principais dificuldades citadas foram ausência de moradia decente, mercado de trabalho fechado devido a falta de qualificação, deficiência no atendimento médico e educação precária.

A audiência foi proposta pela vereadora Lúcia Antony (PCdoB) com o objetivo de debater políticas públicas para os povos indígenas na capital.

"O grande desafio hoje é a questão da habitação. Houve uma migração grande para a capital e a cidade não tem como suportar esse pessoal todo, pois a demanda é grande. A maior parte vive em lugares insalubres. Enfrentamos também problemas na saúde que é precária e da falta de emprego. Os indígenas não conseguem se sustentar em Manaus", afirmou Orlandino Baré, da Fundação Tupana Sury, ressaltando que 35 mil indígenas moram atualmente na cidade de Manaus.

Orçamento

As dificuldades orçamentárias que impedem um trabalho mais eficaz voltado para os indígenas é um dos principais problemas da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind). A informação é do assessor da Seind, Amarildo Machado, um dos convidados da audiência.

Apesar de elogiar a criação de uma secretaria voltada para as causas indígenas, a Seind ainda sofre com a dificuldade orçamentária.

"Para realizarmos nossos projetos, precisamos fechar convênios. Contudo, temos que dar uma contrapartida de 20%", disse.

Inclusão

A vereadora Lucia Antony (PCdoB) defendeu a criação de políticas públicas que possam garantir a inclusão dos indígenas na dinâmica da cidade. "É preciso entender que a cultura e as tradições indígenas devem ser preservadas dentro da política geral do Município", enfatizou.

A parlamentar cobrou a elaboração de um levantamento completo sobre a situação dos indígenas que moram na cidade de Manaus, ação que vai contribuir na elaboração de políticas públicas para os índios.

O assessor da Seind, Amarildo Machado, afirmou que a secretaria começará ainda esse ano a fazer um cadastramento para traçar o perfil geral da comunidade na capital.

Além de indígenas de várias etnias, participaram da audiência pública representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Universidade Estadual do Amazonas (UEA), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), do Ministério Público Federal (MPF), da Assembléia Legislativa do Estado (ALE), da União Brasileira de Mulheres (UBM), da Fundação Nacional do Índio (Funai), da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), do PCdoB e o vereador Waldemir José (PT).

As informações são da assessoria de comunicação da vereadora Lúcia Antony.


http://acritica.uol.com.br/amazonia/Amazonia-Amazonas-Manaus-Vereadora-Lucia-Antony-indigenas-Manaus_0_503352200.html
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.