Foto: Vladimir Kozak, Museu Paranaense. S.d.

Karajá

  • Autodenominação
    Iny
  • Onde estão Quantos são

    GO, MT, PA, TO3.768 (Siasi/Sesai, 2014)
  • Família linguística
    Karajá

Demografia

Pode-se ter uma idéia dos números populacionais dos grupos de língua karajá a partir dos seguintes anos e dados:

Apesar do contato intenso com a sociedade nacional, tem-se registrado um aumento populacional dos Karajá, que continuam residindo no território tradicional. As aldeias de cada subgrupo estão distribuídas da seguinte maneira:

População Karajá

Ano

Fonte

Karajá

Javaé

Xambioá

TOTAL

   

---

815

795

1.406

1.588

1.900

±1.500

---

---

---

---

---

750

±841

---

---

---

---

---

250

202

7,000 to 8,000

---

---

---

---

2.900

±2.593

1775

1908

1939

1980

1990

1995

1997

Fonseca 1920

Krause 1908: 238

Lipkind 1948: 180

Toral 1992: 27

Toral 1992: 41

ISA 1996: vii

Braggio 1997


O subgrupo Karajá é formado pela comunidade de Aruanã (GO) que tinha aproximadamente 50 pessoas (dados mais recentes indicam que esta aldeia recebeu mais alguns Karajá motivados pela demarcação da terra, totalizando aproximadamente 70 pessoas), pelas aldeias Santa Isabel do Morro, Fontoura, Macacúba e São Raimundo, no oeste da ilha do Bananal, por aldeias menores como São Domingos e também duas aldeias pequenas próximas ao rio Tapirapé, além de pequenos grupos depois da ponta norte da ilha, totalizando aproximadamente 1.500 pessoas (Braggio, 1997).

O subgrupo Javaé, nas margens do rio Javáes (braço do Araguaia que contorna a margem oriental da ilha do Bananal) e no interior da ilha, tinha por volta de 841 pessoas no ano de 1997, distribuídas em seis comunidades nos municípios de Formoso do Araguaia, Cristalândia e Araguaçu (Braggio, 1997).

O subgrupo Xambioá tinha, no mesmo ano, duas aldeias com 202 indivíduos (Braggio, 1997), no baixo Araguaia.

Dados da Funasa de 2006 revelam um total de 2.532 karajás (Funasa, 2006).