News

MPF/MT recomenda à Funai realização de estudos para identificação de demandas da etnia Bororo

03/07/2017

Fonte: MPF mpf.mp.br



O Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT), por meio da sua unidade em Barra do Garças, expediu recomendação à Fundação Nacional do Índio (Funai) em Cuiabá para que realize um diagnóstico econômico e social da Terra Indígena (TI) Merure, da etnia Bororo.

Para o diagnóstico, a Funai deverá promover um estudo antropológico, social, econômico e outros que forem necessários com o fim de identificar as principais demandas, atividades de produção e necessidades destas para o desenvolvimento sustentável da TI Merure, em correlação com a história, a cultura e a dinâmica social da comunidade, inclusive com análise da monetarização da comunidade e substituição de hábitos produtivos por aquisição de bens.

Um inquérito civil público já havia sido instaurado com o objetivo de apurar a situação social da TI Merure e os problemas de alcoolismo entre membros da etnia Bororo.

De acordo com o procurador da República Rafael Guimarães Nogueira, responsável pela recomendação, a população indígena Bororo da TI Merure necessita de atenção especial, uma vez que há indícios fortes de que a comunidade enfrenta problemas de alcoolismo e de sustento, o que acarreta outros vários problemas.

"Entre os vários problemas, há recentes registros de protestos e trancamentos da rodovia BR-070, motivados em grande parte - segundo os indígenas - pelas condições precárias em que se encontram parte da população Bororo da TI Merure", explica a procurador Rafael.

O procurador afirma também que esse estado de miserabilidade, que não deve se relacionar com o modo de vida das populações indígenas, mas sim com as necessidades básicas que a convivência com o homem branco acaba por demandar, contribui para que os indígenas sejam vítimas do alcoolismo e outros males sociais.

"O combate ao alcoolismo e a esses males sociais passam necessariamente pela adoção de uma política que possibilite o desenvolvimento autossustentável pela população indígena Bororo, garantindo assim uma melhor qualidade de vida aos indígenas sem, no entanto, agredirem seus costumes e tradições", conclui Rafael.

Dessa forma, a Funai, que possuiu em seu quadro profissional servidores experientes na área de antropologia, deverá realizar o levantamento de dados em benefício dos Bororos da TI Merure.



http://www.mpf.mp.br/mt/sala-de-imprensa/noticias-mt/mpf-mt-recomenda-a-funai-a-realizacao-de-estudos-para-identificacao-de-demandas-da-etnia-bororo
 

The news items published by the Indigenous Peoples in Brazil site are researched daily from a variety of media outlets and transcribed as presented by their original source. ISA is not responsible for the opinios expressed or errors contained in these texts. Please report any errors in the news items directly to the source

Related news