De Povos Indígenas no Brasil

Noticias

Pesquisa do projeto Amazônia Legal Urbana aponta dados alarmantes de desigualdade racial e social no Amapá

23/03/2021

Fonte: O Globo - https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post



Pesquisa do projeto Amazônia Legal Urbana aponta dados alarmantes de desigualdade racial e social no Amapá

Por Ana Cláudia Guimarães
23/03/2021

O projeto Amazônia Legal Urbana, que está mapeando a desigualdade social e racial através de análises socioespaciais das mudanças climáticas, vai divulgar dados alarmantes sobre a capital do Amapá.
No Macapá, onde está concentrado o maior número de comunidades quilombolas reconhecidas numa capital no Brasil (24), mulheres indígenas são as que têm menos acesso ao esgoto sanitário e ao abastecimento de água, seguidas pelas pretas e pardas.
O estudo mostra que "as vulnerabilidades das mulheres sa~o agravadas por construções sociais e culturais que estratificam e sa~o fundantes de várias sociedades, como sexismo-racismo-classismo" Trata-se de uma triade de opressa~o que marginaliza as mulheres para espaços vazios de direitos básicos e humanos, em particular às mulheres historicamente violadas, a exemplo das mulheres indigenas e negras.
A iniciativa, que tem apoio institucional do Instituto Clima e Sociedade, revela as dimensões das mudanças climáticas no ordenamento das cidades da Amazônia Legal diante das condições de vida da população e tem como objetivo contribuir para a revisão ou elaboração de planos diretores urbanos com base nas desigualdades étnicas, raciais, sociais e de gênero.
Estes e outros dados serão lançados no webnário "Ordenamento territorial, subnormalidade e desigualdades em tempos de mudanças climáticas: uma análise socioespacial de Macapá", amanhã, às 10h, no YouTube do ICS.
O estudo conclui que "o plano diretor instituído (no Macapá) precisará de ampla revisão com atenção às desigualdades para poder instituir uma atualização com políticas de enfrentamento à crise climática. A situação torna-se ainda mais grave com a atual vulnerabilidade em que vive a população macapaense quanto ao acesso à energia elétrica e com o sistema de saúde pública em colapso com a pandemia da Covid-19.

https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/pesquisa-do-projeto-amazonia-legal-urbana-aponta-dados-alarmantes-de-desigualdade-racial-e-social-no-amapa.html
 

Las noticias publicadas en el sitio Povos Indígenas do Brasil (Pueblos Indígenas del Brasil) son investigadas en forma diaria a partir de fuentes diferentes y transcriptas tal cual se presentan en su canal de origen. El Instituto Socioambiental no se responsabiliza por las opiniones o errores publicados en esos textos. En el caso en el que Usted encuentre alguna inconsistencia en las noticias, por favor, póngase en contacto en forma directa con la fuente mencionada.