Notícias

Adolescente é apreendido suspeito de agredir indígena de 63 anos em MT

21/10/2011

Autor: Pollyana Araújo

Fonte: G1 - http://g1.globo.com/



Adolescente de 16 anos bateu em idoso e levou R$ 440, segundo delegado. Crime ocorreu no município de Santa Terezinha, no interior do estado.


O juiz João Francisco Campos de Almeida, da Comarca de Vila Rica, a 1.276 quilômetros de Cuiabá, determinou a apreenção de um adolescente de 16 anos suspeito de agredir um índio, de 63 anos, da etnia Carajá para roubá-lo. O crime ocorreu no município de Santa Terezinha, distante 1.329 km da capital, na terça-feira (18), e foi presenciado por quatro testemunhas, como informou o delegado da Polícia Civil da região, Vitor Domingues Chab.

O delegado afirmou que as testemunhas relataram durante depoimento que o indígena havia saído de um bar na garupa de uma bicicleta conduzida pelo menor que teria se aproveitado que a vítima estava embriagada, bem como da idade avançada dela. "No caminho, o adolescente bateu no índio com socos e chutes e roubou R$ 440 dele", disse Vitor Chab ao G1.

Segundo ele, a vítima teve vários ferimentos na cabeça e foi levado ao pronto-atendimento de uma unidade de saúde do município. Foi medicado e no dia seguinte retornou para a aldeia onde mora. Já o menor está detido na cadeia pública de Vila Rica em uma cela reservada aos menores infratores.

Após a abertura do inquérito, o delegado ouviu dois índios, também da tribo Carajá, dois conselheiros tutelares que acompanharam o suspeito, além da própria vítima. E, depois disso, pediu a apreensão do garoto que já havia praticado outros roubos e furtos na região, conforme o delegado.


http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2011/10/adolescente-e-apreendido-suspeito-de-agredir-indigena-de-63-anos-em-mt.html
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.