Foto: Emerson Guerra, 2005

Naruvotu

  • Outros nomes
  • Onde estão Quantos são

    MT81 (Fiorini, 2003)
  • Família linguística
    Karib

Introdução

Antigos habitantes das áreas próximas à confluência dos rios Culuene e Sete de Setembro, os Naruvotu tiveram que se deslocar de seu território tradicional em função do contato intenso com os não-indígenas, especialmente com a expedição Roncador-Xingu, que atraiu vários povos da região do alto Xingu ao redor das áreas que formariam o Parque Indígena do Xingu. Depois das duas grandes epidemias que assolaram a região, em 1946 e em 1954, os Naruvotu foram reduzidos a uma dezena de pessoas que, em busca da sobrevivência física e cultural, passou a residir nas aldeias de outros grupos indígenas, como os Kalapalo e os Kuikuro.  Indigenistas chegaram a afirmar que os Naruvotu haviam se extinguido, no entanto estes estavam vivendo com outros povos alto xinguanos. Foi por conta dessa complexa situação que a luta pela identificação e pela demarcação do território Naruvotu se deu tardiamente. Somente em 2006 a Terra Indígena Pequizal do Naruvotu foi identificada e aprovada pela Funai.