Foto: Milton Guran/Agil, 1988

Guarani Mbya

  • Outros nomes
    M'byá
  • Onde estão Quantos são

    Argentina5.500 (CTI/G. Grünberg, 2008)
    ES, PA, PR, RJ, RS, SC, SP, TO7.000 (Funasa, Funai, 2008)
    Paraguai14.887 (II Censo Nacional Indígena, 2002)
  • Família linguística
    Tupi-Guarani

Introdução

Nós somos uma única família original – nosso corpo e o nosso jeito é o mesmo, a nossa língua e a nossa fala é a mesma. (...) Os antigos foram para o Brasil e os parentes que vieram do Brasil são os que restaram e são os verdadeiros (Trecho de discurso do dirigente político da aldeia Pastoreo, Itapua, Paraguai, em 1997).

Os Mbya identificam seus “iguais”, no passado, pela lembrança do uso comum do mesmo tipo de tambeao (veste de algodão que os antigos teciam), de hábitos alimentares e expressões lingüísticas. Reconhecem-se coletivamente como Ñandeva ekuéry (“todos os que somos nós”). A despeito dos diversos tipos de pressões e interferências que os Guarani vêm sofrendo no decorrer de séculos e da grande dispersão de suas aldeias, os Mbya se reconhecem plenamente enquanto grupo diferenciado. Dessa forma, apesar da ocorrência de casamentos  entre os subgrupos Guarani, os Mbya mantêm uma unidade religiosa e lingüística bem determinada, que lhes permite reconhecer seus iguais mesmo vivendo em aldeias separadas por grandes distâncias geográficas e envolvidos por distintas sociedades nacionais. A respeito dos outros subgrupos guarani que habitam o Brasil, ver a seção Guarani Kaiowa e Ñandeva.

Outras leituras

Guarani Retã 2008: Povos Guarani na Fronteira. Argentina, Brasil e paraguai
Em Português
Em Espanhol
Mapa
 

Elaborada em 2008 por inúmeras organizações, esta publicação é uma introdução ao mundo dos Guarani que vivem hoje na região das fronteiras entre Brasil, Argentina e Paraguai. Os Guarani constituem uma das populações indígenas de maior presença territorial no continente sul-americano. A publicação acompanha um mapa com diversas informações sobre as comunidades guarani.