Notícias

Índios celebram Kuarup

03/08/2010

Autor: Josana Salles

Fonte: Diário de Cuiabá (MT) - http://www.gazetadigital.com.br/



Neste mês de agosto, povos indígenas do Alto Xingu fazem sua festa ritualística

Em agosto, o maior território indígena do mundo, o Parque Nacional do Xingu está em festa. As nove etnias detentoras da mitologia do Kuarup e que vivem em mais de 30 aldeias localizadas no Alto Xingu (região de Canarana, Gaúcha do Norte e Paranatinga) preparam a festa indígena mais famosa da América do Sul. A cerimônia do Kuarup é uma festa ritualística que dura alguns dias. Os indígenas choram, cantam, rendem homenagem aos mortos, dançam, tocam seus instrumentos e lutam o huka-huka no encerramento. As palavras Kwarup, Quarup ou Kuarup são formas aportuguesadas para kamayurá kwaryp.

A cerimônia do Kwarup é particular aos povos alto-xinguanos e ocorre em uma aldeia onde tiver ocorrido a morte de um parente importante, cuja família promove a cerimônia tornando-se a "dona da festa". No caso de a festa ser promovida em mais de uma aldeia, é necessário que os "donos" entrem em acordo sobre qual será feita primeiro. O "dono da festa" tem que alimentar os seus convidados. Há uma farta distribuição de peixe moqueado e beiju, mingau e castanha de pequi. Não se concebe a festa sem fartura, sob pena de os convidados se sentirem ofendidos ou o "dono da festa" ser mal interpretado como pessoa mesquinha.

Pela atenção que o Kuarup desperta hoje em todo o mundo, é preciso fazer uma grande provisão de comida.

Participam centenas de convidados indígenas e também visitantes não-indígenas (autoridades políticas, personalidades públicas, estrangeiros, cinegrafistas, etc.).

http://www.gazetadigital.com.br/materias.php?codigo=266174&codcaderno=12&GED=6822&GEDDATA=2010-08-03&UGID=d4b65b552608e476b7d7f9372e183a70
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Notícias relacionadas