Notícias

Harmonia e convivência

20/07/2010

Fonte: Correio Braziliense - http://www.correiobraziliense.com.br




4ª Aldeia multiétnica do 10 Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros atrai pessoas do país inteiro para celebrar a diversidade brasileira

No primeiro fim de semana do 10 Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros, na Vila de São Jorge, município de Alto Paraíso (GO), a aldeia multiétnica da Aldeia da Lua recebe nove etnias indígenas do Brasil para participarem do evento que trata não só de cultura, mas também de discussões sobre saúde e meio ambiente. Até 31 de julho, São Jorge é anfitriã de pessoas do Brasil inteiro interessadas no caldeirão cultural e nas belezas de cachoeiras que o cerrado oferece. Com realização do Ministério da Cultura e apoiadores, a Chapada dos Veadeiros vira palco para uma abertura de discussão de políticas públicas para a melhoria das comunidades indígenas.

O encontro de 15 dias se divide em duas etapas, a primeira semana é na Aldeia da Lua, em que comunidades indígenas e nãoíndios convivem com as etnias instaladas na mata ou em barracas. Dança, oficinas e palestras fazem parte da programação da festa. Estse ano, além da visibilidade de outras culturas, o encontro apresenta formas de tratamento do lixo, como o processo de compostagem, a saúde da mulher, além da inserção do índio e dinâmicas de ideias que contribuem no desenvolvimento social das comunidades.

Krahô (TO), Kayapó (PA), Yawalapiti (MT), Fulni-ô (PE), Cariri-Xocó (AL), Dessana (AM), Caxinawá (AC), Guarani-Kaiwá (RS) e Pareci (MT) incrementam e apresentam suas culturas, modos de vida, artesanatos, músicas, pinturas e danças. Genipapo com carvão e urucum são os ingredientes para as tintas que pintam os corpos dos índios e dos convidados.

No último sábado, cada etnia fez um ritual de dança e logo após um representante do grupo falou sobre o que a dança e a letra da música significavam. Na aldeia multiétinca, cada dia será comandado por uma etnia diferente e as outras irão incorporar os seus hábitos e ajudar nas tarefas do dia a dia. Cada povo fala a própria língua. As crianças aprendem português nas aldeias, mas conversam entre si utilizando o próprio idioma.

Patrimônio
O encontro vem crescendo a cada ano e atraindo mais pessoas que se tornam fiéis à celebração. São interessados de vários estados, países e idades que vêm para prestigiar a festa. Para a missionária italiana Giovanna Radice, que mora em Aparecida de Goiânia, e está de férias, o encontro é uma oportunidade para aproveitar as cachoeiras e diz estar maravilhada com as cores da festa. "Procuro também momentos culturais, quero ficar até o dia 23. São Jorge ainda tem muitas coisas a oferecer", declara Giovanna. De acordo com o organizador do evento Juliano Basso, é importante incorporar o patrimônio cultural indígena na sociedade. Os índios têm hábitos de decisão em grupo e são muito organizados. "Os povos indígenas são diferentes entre si, mas apenas culturalmente, o que queremos mostrar é que todos somos iguais", completa Basso.

A partir de sexta-feira, os povos indígenas passam a liderança do evento para os kalungas -comunidades de quilombolas, da cidade de Calvalcante (GO), que darão continuidade à festa na Vila de São Jorge. O encontro prossegue com shows de artistas de todo o Brasil. Nesta edição da festa, a rua central da cidade ficará fechada para carros, dando passagem livre para os pedestres. A vila de São Jorge fica a cerca de 280km de Brasília e apresenta um cenário de natureza exuberante misturado com misticismo e jeito de cidade de interior. O encerramento do encontro será em 31 de julho, na praça central da cidade.


10 ENCONTRO DE CULTURAS DA CHAPADA DOS VEADEIROS
Até 31 de julho, na Vila de São Jorge. Entrada franca. Confira a programação completa no site www.encontrodeculturas.com.br. Classificação indicativa livre.

Eu fui...


"Uma celebração merecida por se tratar de um incrível encontro de etnias que são as verdadeiras sobreviventes do mundo em crise e transformação"

Vera Chamin, 35 anos, astróloga

http://www2.correiobraziliense.com.br/cbonline/cultura/cadc_mat_9.htm
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Notícias relacionadas