Noticias

Índios guajajaras derrubam torre de alta tensão no Maranhão

24/10/2007

Fonte: Folha on line



Índios guajajaras derrubam torre de alta tensão no Maranhão

da Agência Folha

Um grupo de índios da etnia guajajara derrubou anteontem uma torre de transmissão de energia elétrica da Eletronorte que cruza a terra indígena Cana Brava, próxima ao município de Barra do Corda (456 km de São Luís), no Maranhão.
O grupo já havia ameaçado derrubar a torre diversas vezes, mas esta foi a primeira vez em que o ato foi concretizado.
A reportagem não conseguiu falar ontem com as lideranças guajajara para saber o motivo da derrubada da torre.
A assessoria da Funai (Fundação Nacional do Índio) informou que os índios exigem a presença do presidente do órgão, Márcio Meira, na aldeia, mas não apresentaram uma reivindicação específica.
A Funai disse que tem mantido o diálogo com os índios e que não há definição se Meira irá ou não até a aldeia.
Em junho, o mesmo grupo de guajajara já havia ameaçado incendiar uma torre de transmissão da Eletronorte como forma de pressionar a Funai a reabrir uma administração regional no município de Barra do Corda, fechada desde 2002. Eles não foram atendidos.
Segundo informação da Eletronorte, não há risco de corte de energia nem de desligamento do sistema integrado, pois há outros dois circuitos de alta tensão que fazem o transporte de energia na região.
A empresa informou que os parafusos da base da torre foram retirados e ela tombou.
Uma equipe técnica da Eletronorte foi para a região, mas não conseguiu chegar até a torre. A idéia é instalar torres de emergência cedidas pela Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) para recompor o sistema.

Folha on line, 24/10/2007
 

Las noticias publicadas en el sitio Povos Indígenas do Brasil (Pueblos Indígenas del Brasil) son investigadas en forma diaria a partir de fuentes diferentes y transcriptas tal cual se presentan en su canal de origen. El Instituto Socioambiental no se responsabiliza por las opiniones o errores publicados en esos textos. En el caso en el que Usted encuentre alguna inconsistencia en las noticias, por favor, póngase en contacto en forma directa con la fuente mencionada.