Noticias

Funai garante vacinação contra aftosa em área de litígio em Corumbá

15/05/2012

Fonte: Funai - http://www.funai.gov.br/



Em negociação com indígenas, Funai garantiu acesso da Iagro para vacinação do rebanho. Equipes se deslocarão para a região amanhã


Em reunião com a Secretaria de Produção do Governo do Estado e com a Agência Estadual de Defesa Sanitária e Vegetal (Iagro), a Coordenação Regional da Funai em Campo Grande/MS garantiu que o rebanho bovino de mais de 26 mil cabeças de gado, que estão na área de litígio entre produtores rurais e indígenas da etnia Kadiwéu, em Corumbá, serão devidamente vacinados contra a febre aftosa dentro do prazo limite de vacinação, que termina em 15 de junho.

Segundo o Coordenador Regional da Funai em Campo Grande, Edson Fagundes, equipes da Iagro se deslocarão nesta quarta-feira (16) a Bonito, onde iniciarão a vacinação pelo rebanho de cerca de 2,5 mil cabeças de gado de propriedade dos indígenas kadiwéu - as aldeias da etnia localizam-se nos limites territoriais dos municípios de Bonito, Porto Murtinho e Corumbá. Servidores da Funai na região estão orientados a receber as equipes da Iagro e prestar todo o apoio possível, inclusive na intermediação com as lideranças indígenas a fim de garantir e execução plena do trabalho de vacinação.

A vacinação do gado na área de litígio deverá ser feita logo em seguida, uma vez que a Funai, em negociação com as lideranças indígenas, garantiu o acesso de equipes da Iagro na área. "Os indígenas nunca colocaram empecilhos para a vacinação do gado e até mesmo podem auxiliar as equipes da Iagro", explica Fagundes.



http://www.funai.gov.br/ultimas/noticias/2012/05_mai/20120515_05.html
 

Las noticias publicadas en el sitio Povos Indígenas do Brasil (Pueblos Indígenas del Brasil) son investigadas en forma diaria a partir de fuentes diferentes y transcriptas tal cual se presentan en su canal de origen. El Instituto Socioambiental no se responsabiliza por las opiniones o errores publicados en esos textos. En el caso en el que Usted encuentre alguna inconsistencia en las noticias, por favor, póngase en contacto en forma directa con la fuente mencionada.

Noticisa relacionadas