News

Comissão discute possível massacre de índios durante regime militar

07/05/2012

Fonte: Agência Câmara - http://www2.camara.gov.br/



A Comissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça realiza na quarta-feira (9), às 14 horas, audiência pública sobre a denúncia de massacre da etnia indígena waimiri-atroari durante o regime militar. O debate do colegiado, que faz parte da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, será no Plenário 9.

A deputada Luiza Erundina (PSB-SP), que propôs a audiência, explica que o jornal A Crítica, do Amazonas, publicou matéria sobre o desaparecimento de cerca de 2 mil indígenas no estado, entre 1972 e 1975.

Segundo a reportagem, os waimiri-atroari eram vistos, pelos militares, como um empecilho para o desenvolvimento da região pelo fato de resistirem à construção de uma estrada - a BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. Erundina ressalta que eles não aparecem na lista oficial de desaparecidos políticos, nem na de vítimas de violação de direitos humanos durante a ditadura.

"O massacre aconteceu por etapas e envolveu diferentes órgãos do regime militar", diz o indigenista e ex-missionário Egydio Schwade, que foi convidado para o debate. Ele defende a inclusão dos waimiri-atroari nas investigações da Comissão Nacional da Verdade, criada em novembro de 2011 pela Presidência da República.

Além do indigenista, foram convidados para a audiência:
- o secretário-executivo do Conselho Indigenista Missionário, Cleber Buzatto;
- o representante da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Gilney Viana;
- a repórter do jornal A Crítica, Elaize Farias;
- a presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marta Maria Azevedo;
- e um representante da Eletronorte.



http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/DIREITOS-HUMANOS/416503-COMISSAO-DISCUTE-POSSIVEL-MASSACRE-DE-INDIOS-DURANTE-REGIME-MILITAR.html
 

The news items published by the Indigenous Peoples in Brazil site are researched daily from a variety of media outlets and transcribed as presented by their original source. ISA is not responsible for the opinios expressed or errors contained in these texts. Please report any errors in the news items directly to the source

Related news