Notícias

Índios relatam seus problemas

30/04/2003

Fonte: Correio do Povo-Porto Alegre-RS



Os representantes do Ministério da Justiça, Claudio Beirão, e da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Ivair Augusto Alves dos Santos, ouviram ontem os relatos dos problemas vividos pelos caingangues e guaranis, os dois únicos povos indígenas sobreviventes no Rio Grande do Sul. A audiência foi realizada no plenarinho da Câmara Municipal de Porto Alegre. De acordo com o integrante do Movimento de Resistência Indígena do RS, Augusto da Silva, o território gaúcho abrigava 22 povos indígenas. Atualmente restam 13,6 mil caingangues e 3,5 mil guaranis em aldeias ou acampamentos à beira de rodovias, vivendo em precárias condições de vida.
Para o líder guarani Marcos Verá, os povos indígenas perderam tudo e lutam agora por justiça e pelo cumprimento de seus direitos constitucionais. Entre os problemas relatados está o descaso dos governos, a falta de políticas públicas diferenciadas, a exploração econômica, a discriminação, a violência, o trabalho escravo, a exploração sexual de índias e a ausência de infra-estrutura. A necessidade de demarcação de terras indígenas foi uma das principais queixas levadas aos representantes do governo federal.
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.