Notícias

Lendas, mitos e tradicoes

17/04/2004

Fonte: CB, Super, p.7



Lendas, mitos e tradições
KAKÁ VERÁ PERTENCE À TRIBO GUARANI. ELE MOROU E CIDADE GRANDES, ESTUDOU E VIROU ESCRITOR ,MAS NÃO PERDEU O CONTATO COM A CULTURA DE SEU POVO
DA REDAÇAO

Você já deve ter escutado várias histórias sobre a cultura indígena. Algumas bem difíceis de acreditar. Outras bastante divertidas e com grande fundo de verdade. Pode ter ouvido falar que os pajés usam plantas para curar doenças e que os elementos da natureza são vistos como deuses para os índios. Mas, na verdade... Você não consegue diferenciar as histórias reais de lendas inventadas pelas pessoas. Não sabe nada sobre os verdadeiros costumes dos índios. Ei, calma! Uma boa solução pode estar na leitura de obras como A terra dos mil povos e Tupã Tenonde.
Os livros são do índio e professor paulista Kaká Werá. Ele resolveu escrever sobre a cultura indígena após ter vivido em várias comunidades diferentes. Kaká nasceu em São Paulo, ao lado de una floresta onde existia uma aldeia guarani. 0 escritor saiu da aldeia dos guaranis em 1991. Ele resolveu conhecer outras tribos com a idéia de buscar apoio para lutar pelos direitos dos índios.
Dedicação aos livros
Mesmo morando em aldeia, Kaká continuou estudando e decidiu usar a escrita como ferramenta de luta pela causa indígena. Começou publicando artigos sobre a sabedoria guarani em alguns jornais. Em 1988 ganhou o prêmio literário de São Paulo-Zumbi dos Palmares- por escrever a peça Não há mais setembros. Hoje são 16 anos dedicados aos livros. .
Em suas obras fala sobre a história do Brasil do ponto de vista das tradições indígenas.
Conta sua experiência de vida entre as aldeias e a cidade grande. Também aborda a visão guarani sobre a criação do mundo e do ser humano.
- Resolvi escrever sobre os índios, pois não existe nada sobre a cultura indígena escrito por eles mesmos -, explica Kaká.

Mitos e histórias sobre os guaranis
O escritor Kaká Werá revela em seus livros algumas curiosidades sobra a tribo guarani. Contrariando o que a maioria dos livros de história ensinam, o autor desmente a crença de que o povo guarani comia homens. Ele conta que essa tribo habitava montanhas e florestas.
Uma das maiores crenças dos guaranis está na revelação das estrelas em sonhos. Esses índios desenvolveram calendário, agricultura e medicina baseados nos ensinamentos das estrelas. O alimento preferid deles são a mandioca e o milho. Hoje existem cerca de 30 mil guaranis nas regiões Sul e Sudeste do país. É um povo que gosta muito de canta e fazer artesanatos. E aí? Ficou interessado em descobrir a verdadeira história sobre o mundo dos índios.Anote aí algumas dicas de livros bem legais, da editora Peirópolis.
TUPÃ-TENONDÉ
Revela os ensinamentos secretos da tradição oral Tupi-Guarani, além dos cantos e mantras que compõem o hino sagrado da tribo, chamado de porã-hei.Também conta alguns segredos dos pajés. De Kaká Werá. R$ 21,00.
A TERRA DOS MIL POVOS
Neste livro, o autor relembra os valores, a ética, forma de pensar e agir e a natureza do índio. 0 índio e escritor do livro revela o que lhe contavam seus parentes, pais e as gerações anteriores de sua tribo. De Kaká Werá. R$ 21,00.
O SINAL DO PAJÉ
Conta a história de um menino indígena, cheio das tradições e costumes de sua aldeia, que vive os conflitos comuns a todos os jovens de qualquer lugar do mundo.A proximidade com os centros urbanos chama a atenção de muitos jovens, atraídos pelas promessas de uma vida diferente. O livro é do escritor Daniel Munduruku. R$ 16,00.
IRAKISU - O MENINO CRIADOR
O livro traz o mito da criação do povo Waikutesu dos Nambikwara, índios que moram em sua maioria em Mato Grosso. O livro narra ainda histórias contadas às crianças da tribo pelos mais velhos. Obra do autor Renê Kithãulu. R$ 19,00.
VERÁ - O CONTADOR DE HISTÓRIAS
Verá, um menino muito talentoso para contar histórias, mostra como seu povo tem lutado para manter vivos sua tradição e seus costumes, repetindo as histórias a todos para que elas vivam sempre nos corações O livro foi escrito por Olívio Jekupé. R$ 25,00.
PURATIG, O REMO SAGRADO
O livro conta a história do mito do guaraná, um dos mais típicos frutos brasileiros.Também fala sobre sete lindas lendas que compõem a tradição mitológica dos índios que ocupam atualmente uma faixa demarcada pela Funai entre os estados do Amazonas e do Pará. Escrito por YaguarêYamã.R$ 19,00.

CB, 17/04/2004, p. 7
 

As notícias publicadas no site Povos Indígenas no Brasil são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos .Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.